inti-conteudoCorreção de Hipertrofia (Aumento) de Clítoris

Plástica e Redução de Pequenos e Grandes Lábios Vaginais

A cirurgia para a redução dos pequenos lábios vaginais, conhecida como ninfoplastia, é indicada para as pacientes que apresentam hipertrofia dos pequenos lábios vaginais, ou seja, aumento do tamanho destes. Ao contrário do que muitas mulheres pensam, é muito comum pacientes que apresentam os pequenos lábios vaginais aumentados de tamanho, levando a um constrangimento com seus parceiros sexuais.

A cirurgia visa à redução dos pequenos lábios, tornando-os de tamanho normal, porém sem reduzi-los de forma exagerada. Os pequenos lábios vaginais têm a importante função de proteger a entrada da vagina, dificultando o surgimento de infecções, além de também ajudar na lubrificação local. A redução exagerada desta estrutura poderá acarretar ressecamento, principalmente depois da menopausa, época em que a lubrificação vaginal fica menos eficaz. Quanto à plástica dos grandes lábios é realizada objetivando a correção de atrofias e perdas de volumes. Esse preenchimento é feito com tecido gorduroso através de enxerto.

ninfoplastiaA hipertrofia do clitóris é descrita em 25% das mulheres normais, quando o volume é evidente ou quando passa a incomodar no ato sexual.

O clitóris hipertrofiado pode ser congênito, portanto, evidente ao nascimento, ou tornar-se hipertrófico (aumentado) na puberdade em diante. A forma congênita é predominante sobre a adquirida, contudo, existem casos relatados sem causa aparente. Na maioria dos casos está associado ao aumento dos níveis séricos dos hormônios androgênicos (testosterona, progesterona) ingeridos pelas gestantes, tumores virilizantes (de ovário, células de Leydig, etc), hiperplasia adrenal congênita, carcinoma de suprarrenal, luteoma gravídico e alguns tipos de doenças genéticas.

As causas adquiridas são mais raras, podendo ser consequência do uso exógeno (externo) de hormônios androgênicos, tipo anabolizantes.
 
O procedimento de ninfoplastia é realizado com anestesia local ou peridural. E a cirurgia demora cerca de 40 minutos. A alta é no mesmo dia, depois de 6 horas do término da cirurgia.

O pós-operatório da redução dos pequenos lábios vaginais não costuma ser doloroso, sendo prescritos apenas analgésicos comuns. Há um edema (inchaço) moderado da região, que costuma regredir em torno de 14 a 21 dias. Pode ocorrer equimose (roxidão) local, a qual regride também em torno de 14 a 21 dias. A volta ao trabalho poderá ser depois de três dias da cirurgia, evitando-se esforços físicos.

As relações sexuais deverão ser evitadas por no mínimo 45 dias. Não há necessidade de retirar pontos, visto que a sutura é realizada com pontos absorvíveis.

 



Veja como funciona o procedimento

Compartilhar:

FacebookTwitter