laser1Laser é a abreviatura de Light Amplification by the Stimulated Emission of Radiation (amplificação da luz pela emissão estimulada de radiação). A ferramenta foi empregada inicialmente na oftalmologia em experimentos de fotocoagulação em retina de animais. Em 1971, seu uso se difundiu e começou a ser usado em áreas médicas.

Ação dos raios

Aqueles que se utilizam do laser afirmam que as vantagens são maiores. Como se trata de um procedimento de invasão microscópica, se reduz o tempo de hospitalização e de espera pelo retorno às atividades habituais. Os riscos de sangramentos e infecções também são menores. Por outro lado, não é por ser feito a laser que a anestesia pode ser dispensa ou riscos eliminados. Por lidar com níveis de calor, um procedimento mal realizado pode resultar em queimaduras e comprometimento dos órgãos

laser2Laser Erbium: Yag e Laser CO2 Fracionado

laser2Laser de Co2 foi considerado um dos melhores tratamentos para rejuvenescimento facial não cirúrgico que existe. Desde a década de 60, é utilizado na prática médica. Inicialmente o tratamento se dava de uma forma contínua, ou seja, não fracionado. A recuperação, desta forma, era muito longa e com grandes possibilidades de complicações, como; cicatrizes, manchas e feridas crônicas. O laser de CO2 tradicional é aplicado em uma só sessão e tem ação sobre toda a extensão da pele, enquanto o laser de CO2 Fracionado age em micropontos, e é aplicado em sessões seriadas, minimizando a recuperação do tratamento, mas mantendo bons resultados. A aplicação fracionada foi o maior avanço no mundo dos lasers, considerando os tratamentos estéticos, e começou com o aparelho FRAXEL (laser erbium glass).


laser3A Energia que é emitida pelo CO2 Fracionado age diretamente sobre a pele doente ou envelhecida e se propaga lateralmente agindo mais amplamente sobre o tecido levando a um estímulo na produção de colágeno, uma das estruturas responsáveis pela qualidade da pele. Quanto maior a energia do laser, maior a profundidade da coluna, assim consegue-se melhorar cicatrizes e rugas mais profundas, difíceis de serem alcançadas por outros métodos.

A aplicação tem as suas faces negativas. Este laser dói bastante no momento da aplicação, sendo necessária uma sedação em alguns pacientes. Também necessita muita cautela a aplicação em pessoas de pele morena a negra, pois, dependendo, pode ocasionar manchas.

Principais tratamentos onde o Laser CO2 é utilizado

 

O Laser CO2 é indicado para os tratamentos abaixo:


  • Melhoria de Rugas
    Periorais
    Periorbitais
    Rugas Finais
    “Pés de Galinha”
    Envelhecimento Facial
    Fotoenvelhecimento
    Rugosidade
    Aspereza da Pele
    Cicatrizes de Acne

Manchas provocadas pela radiação solar (efeito questionável):


  • Melanose Solar
    Lentigos
    Efélides
    Sardas
    Outras manchas de pele
    Tumores Benignos que comprometem a estética facial.
    Estrias,
    E cicatrizes em geral.



Recuperação do Tratamento

A recuperação ocorre em aproximadamente 3 dias até uma semana, mas alguns cuidados são necessários. A pele apresenta uma descamação leve como se tivesse sido queimada pelo sol, e permanece um pouco avermelhada por 2 semanas. A exposição ao sol deve ser realizada com cuidado e no dia-a-dia é necessário o uso de protetor solar, pois essa nova pele recuperada e ainda em cicatrização está mais sensível e passível de manchar com maior facilidade.

Número de Sessões – Metodologia de Uso

O Método fracionado necessita de várias sessões para apresentar resultados, mas na primeira aplicação já é possível observar melhora.
Este tratamento é importante ferramenta para o rejuvenescimento, devemos, no entanto nos lembrar que existem riscos. Uma avaliação cuidadosa é necessária e as expectativas de cada paciente devem ser adaptadas para as reais possibilidades do método, que é muito eficiente, mas como tudo em estética, não é mágico.
É sugerida uma média de 03 a 04 sessões, variando conforme a necessidade do tratamento.

LASER ERBIUM:YAG:

O laser erbium: yag foi lançado no mercado brasileiro por volta do final de 2009. Não foi dada muita atenção, pois, neste momento, era o auge da aplicação do co2.
Porém, no mercado europeu, já percebíamos um aumento das aplicações e de trabalhos científicos pelo erbium.
Tem uma maior facilidade de aplicação e menor dor, que é três vezes menos doloroso que o co2.
O resultado do rejuvenescimento se mostrou mais limpo e com a pele bem mais brilhante. Comparação difícil de colocar em palavras.

Ligue e fale conosco


Veja como funciona o procedimento

Compartilhar:

FacebookTwitter